Em consonância com o passo lento da economia nacional, a economia do Distrito Federal também tem tido pouco vigor em sua trajetória de recuperação. Assim, após apresentar forte desaceleração no segundo trimestre – em certa medida por efeito da greve dos caminhoneiros –, a atividade econômica no Distrito Federal mostrou sinais de reação, ainda que tímidos. Mais especificamente, a leitura do Idecon-DF registrou avanço de 0,9% no terceiro trimestre deste ano em relação ao mesmo trimestre de 2017. Cabe notar, ainda, que houve uma pequena redução do hiato da economia local em relação ao PIB do Brasil, calculado pelo IBGE (Gráfico).

Gráfico 1 – Produto Interno Bruto (PIB) e Índice de Desempenho Econômico do DF (Idecon/DF). Trimestre em relação ao mesmo trimestre do ano anterior (%) – Brasil e Distrito Federal – 1º Trimestre de 2017 a 3º Trimestre de 2018.

Fonte: IBGE e Codeplan. Elaboração: NUCON/GECON/DIEPS.

No que diz respeito aos grandes setores de atividade, houve retração na Agropecuária (-2,8%) e na Indústria (-0,2%). Entretanto como estes setores representam uma pequena parcela da economia do Distrito Federal, seu impacto foi limitado. Desta forma, foi o avanço de 0,9% nos Serviços – cujo peso na economia do DF é de 94,9% – que garantiu o resultado positivo do trimestre. Os grandes destaques foram os segmentos Outros serviços (2,9%) e Administração, defesa, saúde e educação públicas e seguridade social (0,4%) – este último, embora com variação modesta, representa quase metade do setor de Serviços no DF, sendo um dos motores da economia distrital.

TABELA 1 – Idecon-DF e PIB-Brasil: Variação trimestral dos setores e das atividades econômicas em relação ao mesmo trimestre do ano anterior.

Fontes: Codeplan e IBGE – Elaboração: Núcleo de Contas Regionais ¹ Extrativa mineral e Eletricidade, gás, água, esgoto e limpeza urbana. ² Alojamento e alimentação; Educação e saúde mercantis; Atividades profissionais, científicas e técnicas, administrativas e serviços complementares; Artes, cultura, esporte e recreação e outras atividades de serviços; e Serviços domésticos. O Idecon-DF inclui também Transporte, armazenagem e correio e Atividades imobiliárias.

Para acessar o Informe Econômico, cliqueaqui

Para acessar o Boletim do IDECON-DF, clique aqui