A produtividade mensura a capacidade de produção de uma economia dada certa quantidade de insumos ou fatores de produção. A evolução dessa medida ao longo do tempo lança luz sobre a trajetória de uma economia. Se houve incremento de produtividade, significa que se produziu mais com a mesma quantidade de insumos, provavelmente incentivando mais investimentos.

Os ganhos econômicos de aumento de produtividade ocorrem mesmo que este se dê em apenas um setor, pois pode ocorrer um efeito transbordamento para toda a economia. Entre as medidas de produtividade existentes, uma das mais conhecidas é a produtividade do trabalho, que mensura a capacidade de produção média por trabalhador.

O gráfico abaixo é extraído da nota técnica “Decomposição dos ganhos de Produtividade do Trabalho no Distrito Federal de 2006 a 2016”, publicada pela Codeplan. A nota tem por objetivo analisar a trajetória da produtividade do trabalho do Distrito Federal entre 2006 e 2016, investigando se a variação encontrada deu-se a partir de efeitos tecnológicos ou devido a efeitos de composição, isto é, por meio do deslocamento da mão de obra mais produtiva para setores mais produtivos.

Na exercício, são abordados os conceito de produtividade e as consequências de sua evolução. Além disso, é oferecida a análise gráfica da trajetória, com explanação dos dados utilizados, o modelo de decomposição shift-share utilizado e os resultados do exercício.