Variação no mês

O mês de abril apresentou alta no volume de vendas de 0,6% quando comparado a março, descontados os efeitos sazonais, mantendo a tendência de alta iniciada no mês anterior, quando nessa base de comparação, o volume de vendas no Distrito Federal subiu 2,2%. Em relação ao mesmo ano do mês anterior a alta foi de 0,2%, respondendo a uma redução de 3,7% nessa base no período anterior.

Fonte: PMS/IBGE elaboração Codeplan; *O ajuste sazonal, isto é, as influências de possíveis sazonalidades, foi estimado pelo IBGE.

Desempenho em 12 meses

No acumulado em doze meses o volume de serviços apresentou uma variação de 3,6%, mantendo um crescimento estável nos quatro primeiros meses deste ano, tais resultados positivos corroboram uma recuperação do setor de serviços não financeiros quando comparado ao fraco ano de 2017.

Segmentos do Serviços

Na comparação com o mês do ano anterior, dois segmentos apresentaram variação positiva: Serviços de informação e comunicação (1,2%) e Outros serviços (9,5%).

Já no volume de serviços em 12 meses, dois segmentos mantêm uma tendência de queda constante. Sendo eles: Serviços profissionais, administrativos e complementares (-4%) e Outros serviços (-3%). O primeiro segmento apresenta resultados negativos há 51 meses, sendo o último resultado positivo de 2,1% em janeiro de 2015, o segundo segmento apresenta resultados negativos por 25 meses, quando em março de 2017 apresentou variação positiva de 3,2%. Apesar do resultado negativo no segmento “Outros serviços”, esse é o melhor resultado desse segmento na base de comparação desde abril de 2017 (-0,6%).