Gráfico 01 – PIB-Brasil e Idecon-DF – 1º Trimestre de 2015 ao 1º Trimestre de 2019. Taxa Trimestral – Variação (%) no trimestre em relação ao mesmo trimestre do ano anterior

Fonte: IBGE e Codeplan. Elaboração: NUCON/GECON/DIEPS.

No primeiro trimestre do ano, a economia do Distrito Federal apresentou uma variação positiva de 1,4%, no acumulado, quando comparado com o mesmo trimestre do ano anterior. A recuperação lenta da atividade econômica no Distrito Federal neste primeiro trimestre apresenta um melhor desempenho que a economia brasileira, que na mesma base de comparação apresentou variação positiva de 0,5%, ficando abaixo da economia do DF pelo segundo período consecutivo.

Nos grandes setores, o primeiro trimestre do ano apresentou avanço de 3,4% no setor de Agropecuária que representa 0,4% da estrutura produtiva e 1,5% no setor de serviços, tal setor representa 94,9% da economia do Distrito Federal, sendo assim grande responsável pelo crescimento da economia. No período a Indústria retraiu 0,6%.

Na desagregação por segmentos, Construção teve o pior resultado, com retração de 1,6% em relação ao mesmo trimestre de 2018, a Indústria de transformação (-1%) e o Comércio (-0,3%) também apresentaram quedas. Porém os resultados positivos nos outros segmentos foram capazes de compensar tais quedas, destacando-se o crescimento de 3,1% em Outros da Indústria.

Outro segmento que merece destaque é o de Administração, defesa, saúde e educação públicas e seguridade social, tal segmento é responsável por quase metade do PIB do DF e no período apresentou variação positiva de 1,2% quando comparado com o mesmo período do ano anterior. O Gráfico 02 apresenta as variações trimestrais por segmentos de atividade econômica.

Gráfico 02 – Variação Trimestral (%)- IDECON-DF – Distrito Federal – Trimestre em relação ao mesmo trimestre no anterior – 1º Trimestre de 2019

Fonte: Codeplan. Elaboração: GECON/DIEPS/Codeplan. ¹Extrativa mineral e Eletricidade, gás, água, esgoto e limpeza urbana. ²Alojamento e alimentação; Atividades profissionais, científicas e técnicas, administrativas e serviços complementares; Artes, cultura, esporte e recreação e outras atividades de serviços; Educação e saúde mercantis; e Serviços doméstico; Transporte, armazenagem e correio e Atividades imobiliárias.