Resumo

  • A balança comercial do Distrito Federal fechou o mês de julho com déficit de
    US$ 246,37 milhões,
    com as exportações totalizando US$ 22,72 milhões e as importações US$ 269,09 milhões.
  • Em relação ao mês anterior, as exportações caíram 18,4%. Na comparação com o mesmo mês de 2020, porém, houve uma alta de 28,1%.
  • No acumulado em 12 meses, o resultado é uma queda de 7,3% nas exportações.
  • Em relação às importações, houve queda de 2,3% em comparação a junho de 2021 e uma alta de 70,4% em relação a julho de 2020. Em 12 meses, as importações caíram 1,1% até julho de 2021.
  • Com alta tanto das importações quanto das exportações no mês, houve um aumento no déficit da balança comercial no DF de 13,1% no acumulado em 12 meses.

Tabela 1 – Resumo da Balança Comercial – US$ FOB milhões – Distrito Federal – julho de 2021

Fonte: ComexStat. Elaboração: Gecon/DIEPS/Codeplan

As exportações do Distrito Federal fecharam o mês de julho de 2021 em US$ 22,72 milhões. O valor representou queda de 14,8% em relação ao mês de junho. Em relação ao mesmo mês do ano anterior, a variação é positiva e igual a 28,1%, representando US$ 17,38 milhões. Quando considerado o montante acumulado em 12 meses, os US$ 233,69 milhões exportados entre agosto de 2020 e julho de 2021 apontam uma alta de 35,2% em comparação ao mesmo período do ano anterior

A queda observada no mês de julho se deu, principalmente, pelo resultado das exportações de Soja, mesmo triturada, que caíram 74,3% (US$ 1,90 milhão) em relação ao mês anterior. Outra queda relevante foi de Carnes de galos/galinhas, que teve sua exportação zerada no mês de julho ante US$ 0,40 milhão (-40,0%) registrados em junho de 2021.

Por sua vez, Ouro em barras, fios e etc. registraram alta de 71,4% (US$ 12,00 milhões) seguidos de Pedaços e miudezas, comestíveis de galos/galinhas (US$ 6,40 milhões) que acumularam alta de 18,7%. Enchidos e produtos semelhantes de carne fecham as variações positivas com alta de 16,6% (US$ 0,70 milhão).

Querosene de aviação e Cimentos “Portland” registraram estabilidade na variação mensal e mantiveram os valores do mês de junho de 2021, US$ 0,50 milhão e US$ 18,51 mil respectivamente.

Gráfico 1 – Exportações – Principais posições do Distrito Federal – Valor US$ FOB – NCM do produto* – junho de 2020 a julho de 2021

* A Nomenclatura Comum do Mercosul (NCM) é a classificação de produtos utilizadas no âmbito do Mercosul.
Fonte: ComexStat. Elaboração: Gecon/DIEPS/Codeplan

As importações do Distrito Federal totalizaram US$ 269,09 milhões em julho de 2021. Em relação ao mês de junho, houve uma queda de 2,3%. Em relação a julho de 2020, o movimento foi oposto, com alta de 70,4%. É importante destacar que as importações da capital federal são compostas, por sua maioria, de produtos farmacêuticos adquiridos pela União, que entram no país pelo Distrito Federal antes de serem distribuídos entre estados e municípios. Com isso, a balança comercial local é constantemente deficitária.

No acumulado em 12 meses, as importações mostraram alta de 17,6%. O valor total importado de US$ 1,61 bilhão no período. Com o resultado das exportações no mês, a variação do saldo acumulado no período de 12 meses foi deficitária em 13,1%

O Gráfico 2 mostra a evolução das exportações e das importações acumuladas em 12 meses. Nele, observa-se que as exportações do DF permaneceram estáveis, com uma leve tendência de alta iniciada em dezembro de 2020, enquanto as importações seguiram em uma trajetória ascendente. Nos primeiros meses de 2021, registra-se a continuidade do crescimento das exportações e o crescimento das importações desde fevereiro de 2021.

Gráfico 2 – Exportações e importações do Distrito Federal – Valor no mês (barra) e acumulado em 12 meses (linha) – Valor US$ FOB milhões – julho de 2018 a julho de 2021

Fonte: ComexStat. Elaboração: Gecon/DIEPS/Codeplan.