Categoria: INFLAÇÃO

No mês de maio, o IPCA de Brasília variou -0,05% em relação a abril, quando havia registrado alta de 0,77%. Foi a menor inflação mensal, junto com Rio de Janeiro, entre as 16 regiões pesquisadas pelo IBGE, e em sentido oposto da inflação brasileira, de 0,13%. O resultado do mês para o Brasil surpreendeu o mercado que estava com expectativa de alta de 0,26% de acordo com o último boletim Focus[1]. Já a inflação acumulada no ano para Brasília voltou a ser a menor do país, bem abaixo do acumulado para o país, de 2,22%. A maior inflação mensal foi […]

Leia mais

No mês de abril, o IPCA de Brasília variou 0,77% em relação a março, quando havia registrado alta de 0,93%. Foi a sexta maior inflação mensal entras as 16 regiões pesquisadas pelo IBGE, sendo maior inclusive que a inflação brasileira, de 0,57%. Já a inflação acumulada no ano para Brasília está entre as três menores do país, bem abaixo do acumulado para o país, de 1,51%. A maior inflação mensal foi registrada em Fortaleza (0,91%) e a menor em Rio Branco (0,05%). Gráfico 1 –Variação (%) mensal do IPCA – Brasil e Regiões Pesquisadas – abril de 2019 O grupo […]

Leia mais

No primeiro trimestre de 2019, a inflação em Brasília avançou em relação ao observado no último trimestre do ano passado – 0,80% ante 0,30%. Em particular, este movimento refletiu reajustes sazonais típicos do início de ano e também choques em setores específicos. Sob este aspecto, cabe destacar o avanço mais expressivo de itens do subgrupo alimentação no domicílio. Em contrapartida, vale mencionar o recuo de itens importantes para a cesta local, como passagens aéreas (-14,4%) e gasolina (-1,11%). Na comparação com as demais regiões pesquisadas pelo IBGE, Brasília permaneceu com o menor avanço no acumulado de janeiro a março. Já […]

Leia mais

No mês de março, o IPCA de Brasília variou 0,93% em relação a fevereiro, quando havia registrado deflação de 0,18%. Trata-se da única região pesquisada pelo IBGE a registrar inflação mensal (0,93%) maior do que o acumulado no ano (0,80%). Note-se ainda que a inflação acumulada no ano para Brasília é a menor entre as regiões pesquisadas e é quase metade do acumulado para o país, de 1,51%. No entanto, o resultado no mês foi maior em Brasília do no país. São Paulo, Rio de Janeiro, Curitiba e Porto Alegre foram as regiões principais contribuições positivas para a inflação mensal […]

Leia mais

No mês de fevereiro, o IPCA de Brasília recuou 0,18% em relação a janeiro. Trata-se da única região metropolitana pesquisada pelo IBGE a registrar deflação no mês. Considerando o pequeno avanço de janeiro (0,05%), o acumulado no ano também segue em terreno negativo (-0,13%). Gráfico 1: Variação (%) mensal do IPCA – Brasil e Regiões Pesquisadas – fevereiro de 2019.             Fonte: IBGE/ Elaboração: Codeplan/Gecon-Nupre O grupo com maior contribuição para o resultado do mês foi Transportes: em Brasília, o grupo registrou variação de -2,85%, ao passo que na média nacional a variação foi de -0,34%. Mais especificamente, o recuo de […]

Leia mais

Quando se analisa os números da economia do Distrito Federal no quarto trimestre de 2018, é possível perceber que a atividade econômica mostra recuperação, embora em ritmo gradual. Todavia, o cenário ainda se mostra recessivo em alguns segmentos importantes, de maneira que o resultado oferece um quadro positivo, ainda que errático em algumas variáveis.   Esta é a sétima edição do Boletim de Conjuntura do Distrito Federal, consolidando o trabalho de acompanhamento econômico que a CODEPLAN vem realizando. O Boletim se refere ao quarto trimestre de 2018, oferecendo uma visão ampla do comportamento da atividade econômica no DF. A defasagem […]

Leia mais

O IPCA/Brasília registrou variação de 0,05% no mês de janeiro de 2019, quarta menor variação registrada entre as regiões pesquisadas pelo IBGE, ou seja, bem inferior à média nacional que foi de 0,32%. O resultado refletiu, de um lado, o aumento do preço do feijão-carioca (24,31%) e das taxas de condomínio (2,61%), e, de outro lado, o recuo de 3,36% no preço da gasolina. Vale ressaltar que este item vem mostrando queda contínua nos últimos meses. Também vale mencionar as quedas nos preços de passagens aéreas (-2,88%) e nos preços do tomate (-13,28%), ambos produtos haviam pressionado fortemente a alta […]

Leia mais

O IPCA/Brasília encerrou 2018 com variação de 3,06%, abaixo da média nacional de 3,75% e virtualmente no limite inferior da meta de inflação (3,0%). Esse resultado pode ser creditado, em larga medida, ao menor avanço nos grupos Transportes e Habitação, que encerraram 2018 em 3,66% e 2,80%, respectivamente. Em ambos os casos, houve grande influência de itens importantes que recuaram no último bimestre do ano. Tabela 1 – IPCA – Variação frente ao mês anterior e variação acumulada em 12 meses, por grupos – (%) – dezembro de 2018 – Brasil e Brasília No grupo Transportes, ocorreu redução de 12% […]

Leia mais

A leitura do Idecon/DF apresenta quadro mais favorável no terceiro trimestre, ainda que a recuperação seja lenta. Na comparação com o mesmo trimestre de 2017, houve avanço de 0,9% no indicador. No que diz respeito aos grandes setores da atividade, houve retração na Agropecuária(-2,8%) e na Indústria (-0,2%). Foi o avanço de 0,9% no setor de Serviços que garantiu o resultado positivo no trimestre. Dessa forma, quando se analisa os números da economia do Distrito Federal no terceiro trimestre de 2018, é possível perceber que a atividade econômica mostra recuperação, embora em ritmo gradual. Todavia, o cenário ainda se mostra recessivo em alguns […]

Leia mais

O IPCA/Brasília registrou deflação de 0,43% no mês de novembro em comparação a outubro, maior deflação registrada entre as regiões metropolitanas pesquisadas pelo IBGE e bem inferior à média nacional que foi de 0,21%. Tabela 1 – IPCA – Variação frente ao mês anterior e variação acumulada em 12 meses, por grupos – (%) – novembro de 2018 – Brasil e Brasília Fonte: IBGE/ Elaboração Codeplan/GECON-Nupre O resultado refletiu, em grande medida, o recuo de 5,35% no preço da gasolina.Vale ressaltar que este item apresentou forte avanço nos últimos dois meses. Também vale mencionar as quedas nos preços da energia […]

Leia mais