Categoria: NÍVEL DE ATIVIDADE

Variação no mês e no trimestre Em março, o volume de vendas dos serviços subiu 1,3% quando comparado a fevereiro, descontados os efeitos sazonais. Trata-se de um aumento após duas quedas consecutivas nesta base de comparação. Em relação ao mesmo mês do ano anterior, o setor apresentou redução de 3,7%, cessando as altas consecutivas nesta base de comparação. Porém, dado a menor quantidade de dias úteis no mês de março por causa do carnaval quando comparado ao mesmo mês de 2018, parte dessa queda pode estar relacionado a isso.  ´ No trimestre móvel encerrado em março, há diminuição de 2,6% […]

Leia mais

Em março, o volume de vendas do comércio varejista ampliado mostrou variação de 0,8% na comparação com fevereiro, quando havia avançado 0,3%, descontados os efeitos sazonais. Contudo, na comparação com março de 2018, o comércio se mostrou em retração de 5,1%. Possivelmente, o menor número de dias úteis pode ter tido influência nesse resultado, quando comparado ao ano anterior. Além disso, contribuiu para este resultado na comparação mensal entre os anos, o desempenho dos segmentos: Artigos farmacêuticos, médicos, ortopédicos, de perfumaria e cosméticos (9,4%), Material de construção (7,3%) e Veículos, motocicletas, partes e peças (0,3%). Desempenho em 12 meses Com […]

Leia mais

Em fevereiro, o volume de vendas dos serviços reduziu 4,5% quando comparado a janeiro, descontados os efeitos sazonais. Trata-se da segunda queda consecutiva nesta base de comparação. Em relação ao mesmo mês do ano anterior, o setor apresentou avanço de 4,2% – terceiro mês consecutivo de crescimento nesta base de comparação. Portanto, os dados sugerem uma perda de fôlego mais recente do setor de serviços, embora em níveis melhores que aqueles observados no ano passado.  No trimestre móvel encerrado em fevereiro, há avanço de 0,9%, ligeiramente abaixo do verificado em meses anteriores. Isto corrobora o cenário de desaceleração mais recente […]

Leia mais

Em fevereiro, o volume de vendas do comércio varejista ampliado mostrou variação de -1,7% na comparação com janeiro, quando havia avançado 1,6%, descontados os efeitos sazonais. Contudo, na comparação com fevereiro de 2018, o comércio se mostrou em alta de 5,7%. Possivelmente, o maior número de dias úteis teve alguma influência nesse resultado, quando comparado ao ano anterior. Além disso, contribuiu para este resultado na comparação mensal entre os anos, o desempenho de segmentos importantes como Equipamentos e materiais para escritório, informática e comunicação (40,7%), Artigos farmacêuticos, médicos, ortopédicos, de perfumaria e cosméticos (14,6%), Material de construção (9,6%) e Veículos, […]

Leia mais

Em janeiro, o volume de vendas do comércio varejista ampliado mostrou variação de 1,5% na comparação com dezembro, descontados os efeitos sazonais. Na comparação com janeiro de 2017, o comércio se mostrou estável, com -0,1%. Contribuiu para este resultado o desempenho antagônico de segmentos importantes como Móveis e eletrodomésticos (-9,8%) e Livros, jornais, revistas e papelaria (-15,3%) do lado negativo eArtigos farmacêuticos, médicos, ortopédicos, de perfumaria e cosméticos (10,8%) e Material de construção (14,5%) do lado positivo. O resultado também ficou estável na comparação entre o trimestre encerrado em janeiro e aquele encerrado em outubro. Desempenho em 12 meses Com […]

Leia mais

No primeiro mês do ano, o volume de vendas dos Serviços reduziu 1,2% quando comparado a dezembro, descontados os efeitos sazonais. Na comparação com o mesmo mês do ano anterior, o setor apresentou avanço de 7,4% – terceiro mês consecutivo de crescimento nesta base de comparação. Após um trimestre de números positivos, o indicador mostra avanço de 2,1% no acumulado nos últimos três meses, continuando em sua trajetória ascendente. Desempenho em 12 meses O Setor de serviços não financeiros encerrou o acumulado em 12 meses com avanço de 2,7%. O valor é o maior desde junho de 2015. O gráfico […]

Leia mais

Quando se analisa os números da economia do Distrito Federal no quarto trimestre de 2018, é possível perceber que a atividade econômica mostra recuperação, embora em ritmo gradual. Todavia, o cenário ainda se mostra recessivo em alguns segmentos importantes, de maneira que o resultado oferece um quadro positivo, ainda que errático em algumas variáveis.   Esta é a sétima edição do Boletim de Conjuntura do Distrito Federal, consolidando o trabalho de acompanhamento econômico que a CODEPLAN vem realizando. O Boletim se refere ao quarto trimestre de 2018, oferecendo uma visão ampla do comportamento da atividade econômica no DF. A defasagem […]

Leia mais

  Com o resultado de dezembro, o comércio ampliado encerrou 2018 com retração de 2,7% – a terceira maior da série histórica iniciada em 2005. Vale lembrar que em 2017 o setor apresentou avanço de 3,7% após fortes quedas em 2015 e 2016. Dentre as categorias analisadas, praticamente todas apresentaram retração. As únicas exceções foram os segmentos Artigos farmacêuticos, médicos, ortopédicos, de perfumaria e cosméticos (4,7%), Outros artigos de uso pessoal e doméstico (9,7%) e Material de construção (1,9%). Adicionalmente, é importante notar que o segmento de Veículos, motocicletas, partes e peças vem apresentando quedas sucessivas desde fevereiro de 2018. […]

Leia mais

Variação no mês e no trimestre Em dezembro, o volume de vendas dos serviços avançou 1,9% quando comparado a novembro, descontados os efeitos sazonais. Na comparação com o mesmo mês do ano anterior, o setor apresentou avanço de 6,0% – segundo mês consecutivo de crescimento nesta base de comparação. Após o bom desempenho de dezembro, o indicador voltou ao terreno positivo no acumulado dos últimos três meses, saindo de retração de 0,9% para expansão de 1,8%. Desempenho em 2018 Com o bom desempenho em dezembro, o setor de serviços encerrou 2018 com avanço de 1,3%. O valor é o maior […]

Leia mais

Em novembro, o volume de vendas dos serviços variou -0,1% quando comparado a outubro, descontados os efeitos sazonais, o que aponta uma estabilidade na margem. Na comparação com o mesmo mês do ano anterior, o setor apresentou avanço de 5,0% – voltando a apresentar resultados positivos, após a queda de outubro. No entanto, no acumulado dos últimos três meses, o volume de vendas mostrou pequena redução de 0,9% quando comparado aos três meses imediatamente anteriores, indicando uma desaceleração no trimestre, provavelmente influenciada pelos números de setembro. Quando considerado o resultado em 12 meses, o setor apresentou pequeno avanço, de 0,6%, […]

Leia mais