Tag: PMC-DF

Em abril, o volume de vendas do comércio varejista ampliado mostrou retração de 1,4%, descontados os efeitos sazonais. Tal resultado contrapõe a variação positiva do período anterior de 0,8%. Já, na comparação com abril de 2018, o comércio mostrou um aumento de 1,6%. Desempenho em 12 meses Com o resultado negativo no acumulado de 12 meses em abril essa base de comparação entra em seu nono mês consecutivo de retração. Isso indica que os efeitos da recessão continuam sendo sentidos no DF, ainda que este primeiro quadrimestre tenha mostrado melhor desempenho de vendas que o mesmo período de 2018. Entre […]

Leia mais

Em março, o volume de vendas do comércio varejista ampliado mostrou variação de 0,8% na comparação com fevereiro, quando havia avançado 0,3%, descontados os efeitos sazonais. Contudo, na comparação com março de 2018, o comércio se mostrou em retração de 5,1%. Possivelmente, o menor número de dias úteis pode ter tido influência nesse resultado, quando comparado ao ano anterior. Além disso, contribuiu para este resultado na comparação mensal entre os anos, o desempenho dos segmentos: Artigos farmacêuticos, médicos, ortopédicos, de perfumaria e cosméticos (9,4%), Material de construção (7,3%) e Veículos, motocicletas, partes e peças (0,3%). Desempenho em 12 meses Com […]

Leia mais

Em fevereiro, o volume de vendas do comércio varejista ampliado mostrou variação de -1,7% na comparação com janeiro, quando havia avançado 1,6%, descontados os efeitos sazonais. Contudo, na comparação com fevereiro de 2018, o comércio se mostrou em alta de 5,7%. Possivelmente, o maior número de dias úteis teve alguma influência nesse resultado, quando comparado ao ano anterior. Além disso, contribuiu para este resultado na comparação mensal entre os anos, o desempenho de segmentos importantes como Equipamentos e materiais para escritório, informática e comunicação (40,7%), Artigos farmacêuticos, médicos, ortopédicos, de perfumaria e cosméticos (14,6%), Material de construção (9,6%) e Veículos, […]

Leia mais

Em janeiro, o volume de vendas do comércio varejista ampliado mostrou variação de 1,5% na comparação com dezembro, descontados os efeitos sazonais. Na comparação com janeiro de 2017, o comércio se mostrou estável, com -0,1%. Contribuiu para este resultado o desempenho antagônico de segmentos importantes como Móveis e eletrodomésticos (-9,8%) e Livros, jornais, revistas e papelaria (-15,3%) do lado negativo eArtigos farmacêuticos, médicos, ortopédicos, de perfumaria e cosméticos (10,8%) e Material de construção (14,5%) do lado positivo. O resultado também ficou estável na comparação entre o trimestre encerrado em janeiro e aquele encerrado em outubro. Desempenho em 12 meses Com […]

Leia mais

  Com o resultado de dezembro, o comércio ampliado encerrou 2018 com retração de 2,7% – a terceira maior da série histórica iniciada em 2005. Vale lembrar que em 2017 o setor apresentou avanço de 3,7% após fortes quedas em 2015 e 2016. Dentre as categorias analisadas, praticamente todas apresentaram retração. As únicas exceções foram os segmentos Artigos farmacêuticos, médicos, ortopédicos, de perfumaria e cosméticos (4,7%), Outros artigos de uso pessoal e doméstico (9,7%) e Material de construção (1,9%). Adicionalmente, é importante notar que o segmento de Veículos, motocicletas, partes e peças vem apresentando quedas sucessivas desde fevereiro de 2018. […]

Leia mais

Em novembro, o volume de vendas do comércio varejista ampliado mostrou avanço de 3,9% na comparação com outubro. Houve estabilidade na comparação entre o trimestre encerrado em novembro e aquele encerrado em agosto. Em particular, apesar de alguma recuperação em novembro, o índice ainda se situa abaixo do verificado nos meses de agosto e setembro. O resultado no mês de novembro foi reflexo do forte desempenho dos segmentos Outros artigos de uso pessoal e doméstico (33,6%) e Artigos farmacêuticos, médicos, ortopédicos, de perfumaria e cosméticos (10,4%). Adicionalmente, houve avanço nos segmentos Veículos, motocicletas, partes e peças (1,1%) e Material de […]

Leia mais

Em outubro, o volume de vendas do comércio ampliado mostrou queda de 3,9% quando comparado a outubro de 2017. O resultado refletiu o desempenho ruim de grande parte dos segmentos considerados. Neste cenário, destacam-se segmentos importantes como Móveis e eletrodomésticos (-12,2%) e Hipermercados e supermercados (-6,5%). Por outro lado, os segmentos de Veículos, motocicletas, partes e peças e Material de construção apresentaram crescimento de 0,1 e 0,9%, respectivamente, na comparação com outubro de 2017. Cabe notar que ambos haviam registrado retração em setembro. Fonte: PMC/IBGE elaboração Codeplan Nota-se que a média do índice de volume do comércio varejista ampliado observada […]

Leia mais

Em setembro, o volume de vendas do comércio ampliado mostrou queda quando comparado a setembro de 2017, refletindo o desempenho ruim quase todos os segmentos do comércio, à exceção de dois, na comparação anual. No entanto, quando a comparação é em relação ao mês de agosto deste ano, houve estabilidade no comércio varejista ampliado do DF, após avanço no mês anterior. Esse comportamento pode ser visto no gráfico, que apresenta a queda do volume de vendas em maior de 2018, e uma pequena recuperação e manutenção do volume em julho, agosto e setembro. Fonte: PMC/IBGE elaboração Codeplan   Note-se que […]

Leia mais