• A balança comercial do Distrito Federal fechou o mês de dezembro com déficit de US$78 milhões, com as exportações totalizando U$ 8 milhões e as importações U$ 87 milhões.
  • Em relação a novembro, as exportações registraram uma queda de -52,4% e, na comparação com o mesmo mês do ano anterior, a redução totaliza -41,3%. Com isso, em 2019, a contração das exportações do DF foi de -39,6%.
  • Em relação às importações, houve crescimento de 37,1% em relação a novembro, e queda de -14,6% frente a dezembro de 2018. No ano, as importações variaram 13,3% até dezembro.
  • Como resultado de uma queda das exportações e um aumento das importações, o déficit da balança comercial do DF se intensificou, com crescimento de 32,4% no acumulado em 12 meses.

 Tabela 1 – Resumo Balança Comercial – Distrito Federal – dezembro de 2019

Fonte: ComexStat – Elaboração: Gecon/DIEPS/Codeplan

Exportações

As exportações do Distrito Federal totalizaram U$ 8 milhões em dezembro de 2019. Em relação a novembro, isso significa uma queda de -52,4% e, na comparação com o mesmo mês do ano anterior, a redução totaliza 41,3%.

Esse comportamento de queda nas exportações foi verificado em quase todos os meses de 2019, com exceção de outubro e novembro. Diante disso, o total exportado acumulado no ano foi de US$ 156,83 milhões, isto é, uma contração de 39,6% em relação ao total exportado do ano de 2018.

As principais reduções verificadas no mês de dezembro em relação ao mesmo mês do ano passado vieram das exportações de Óleos de petróleo ou de minerais betuminoso (produtos que estão relacionados ao transporte aéreo internacional), da exportação de Soja e de Carnes e miudezas comestíveis de aves. O Gráfico 1 mostra o comportamento dos principais produtos exportados pelo DF ao longo dos meses. O destaque positivo vai para a exportação de Ouro, que mesmo que tenha sido menor que em novembro, foi bastante acima do resultado de dezembro de 2018.

Dentre as mercadorias que apontaram redução no mês de dezembro, somente a exportação de Óleos de petróleo ou de minerais betuminoso mostrou elevação em 2018 na comparação com o total exportado em 2019. As demais, principalmente, Carnes e miudezas comestíveis de aves e Soja, registraram retração de mais de 50% na comparação com 2018. Já o destaque positivo vai para a exportação de Ouro e de Milho, ambas mercadorias com alta de mais de 100% em 2019.

Gráfico 01 – Exportações principais posições do Distrito Federal – UF do Produto – Valor US$ FOB – NCM –  outubro de 2018 a dezembro de 2019

Fonte: ComexStat – Elaboração: Gecon/DIEPS/Codeplan. * Nomenclatura Comum do Mercosul (NCM) é a classificação de produtos utilizadas no âmbito do Mercosul.

Importações

As importações do Distrito Federal totalizaram U$ 86,2 milhões em dezembro de 2019. Em relação a novembro, isso significa uma alta de 37,1% e, na comparação com o mesmo mês do ano anterior, uma redução de 14,6%.

O comportamento das importações ao longo do ano de 2019, diferentemente das exportações, foi positivo, com leve alta culminando em uma variação de 13,3% em 12 meses quando comparado a 2018. Com isso, o total importado em 2019 foi de US$ 1.1 bilhão. O Gráfico 02 apresenta as importações das principais mercadorias importadas. Observa-se que, com exceção dos medicamentos que tiveram redução nos últimos três meses de 2019, não há um padrão claro de tendência das mercadorias. Note-se que os insumos das atividades de saúde, principalmente medicamentos, são a maior parte das importações, devido às compras do governo federal. Com isso, os grupos de mercadorias medicamentos e sangue humano totalizaram em 2019, 77,6% do total importado pelo Distrito Federal.

Gráfico 02 – Importações principais posições do Distrito Federal – UF do Produto – Valor US$ FOB – NCM –  outubro de 2018 a dezembro de 2019

Fonte: ComexStat – Elaboração: Gecon/DIEPS/Codeplan. * Nomenclatura Comum do Mercosul (NCM) é a classificação de produtos utilizadas no âmbito do Mercosul.

O Gráfico 03 mostra a evolução das exportações e das importações acumuladas em 12 meses. A trajetória descendente das exportações no DF começou no início de 2019 e, em meados do ano se estabilizou em novo patamar, abaixo do registrado nos três anos anteriores. Já o comportamento das importações é de trajetória positiva gradual de meados de 2018 até o último trimestre de 2019, quando registrou queda. Ainda que tenha mostrado alguma recuperação, o patamar das importações em 2019 se manteve abaixo do verificado em 2016 e 2017.

Gráfico 03 – Exportações e Importações do Distrito Federal – Valor no mês e acumulado em 12 meses – US$ FOB milhões – janeiro de 2016 a dezembro de 2019

 Fonte: ComexStat – Elaboração: Gecon/DIEPS/Codeplan